Serviços

Notícias

09/05/2019

Governo e sindicatos debatem projeções de despesas e receitas

Representantes do Governo do Estado, de sindicatos de servidores e parlamentares participaram nesta quinta-feira (09) da segunda reunião da comissão permanente criada para debater as demandas do funcionalismo estadual. No encontro, foram discutidos as projeções de despesas e receitas do Governo para 2019 e também as estimativas levantadas pelo Fórum das Entidades Sindicais do Paraná (FES).
“As divergências nestes números são naturais porque estamos trabalhando com previsões e estimativas, tanto da arrecadação do Estado quanto nos gastos. E os gastos, em especial, são afetados pelas aposentadorias”, explicou João Giona, superintendente do Observatório de Desempenho Governamental, da Casa Civil.
De acordo com Giona, o objetivo do grupo é tentar chegar num consenso para que seja possível apresentar uma proposta de reposição salarial para os servidores mantendo as despesas do Estado dentro do limite da lei de responsabilidade fiscal.
“A reunião de hoje foi importante porque permitiu aprofundar os estudos de despesa e receita do Governo”, afirmou Hermes Leão, presidente da APP Sindicato. A próxima reunião do grupo foi marcada para o dia 21 de maio, às 16 horas.
PARTICIPANTES - Participaram da reunião, representando o Governo do Estado, o presidente da Comissão e superintendente de Diálogo e Interação Social, Mauro Rockenbach; o diretor-geral da Secretaria de Estado da Fazenda, Fernades dos Santos, o diretor-geral da Secretaria da Administração e Previdência, Bráulio Cesco Fleury, o diretor-geral do Planejamento, João Evaristo de Biasi, e o assessor da Governadoria, Marcos Aurélio Souza Pereira.
Representando os servidores, Ricardo de Carvalho Miranda, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen); Jaqueline Pereira Tillmann, coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública do Paraná (SindSaúde); José Maria de Oliveira Marques, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar), e Michel Franco, presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Londrina e Região (Sindipol). Também participou o deputado estadual Professor Lemos.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.