Governo inaugura novo restaurante popular em bairro de Cascavel
29/10/2020 - 14:26

O bairro de Cascavel Velho, em Cascavel, no Oeste do Paraná, está sendo reurbanizado com apoio do Governo do Estado e da Itaipu Binacional. Esse projeto envolve um Restaurante Popular, custeado pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, e um espaço de triagem e processamento de materiais recicláveis, chamado Ecoponto, financiado pela hidrelétrica.

Na inauguração do Restaurante Popular Tiago de Amorim Novaes, nesta quinta-feira (29), o governador Carlos Massa Ratinho Junior destacou que o Estado tem como meta disponibilizar alimentação adequada e balanceada às populações vulneráveis, auxiliando no combate à insegurança alimentar, e que esse novo espaço será fundamental para auxiliar os cascavelenses mais humildes no pós-pandemia.

“É uma preocupação que temos. O Governo do Estado está muito focado na questão da segurança alimentar, na qualidade do alimento para atender a população mais vulnerável. Estamos construindo 20 restaurantes Comida Boa em várias cidades do Paraná”, afirmou o governador. “É um modelo muito moderno, com R$ 3,00 as pessoas terão acesso a uma refeição boa, de qualidade. O Estado entra com a infraestrutura e o auxílio à agricultura familiar, que vai fornecer os alimentos, e a prefeitura subsidia a refeição”, destacou.

Ratinho Junior destacou outros programas desenvolvidos pelo Estado para a garantia da segurança alimentar e nutricional, como o Cartão Comida Boa, benefício emergencial disponibilizado durante a pandemia à população carente, e a ampliação do Banco de Alimentos da Ceasa. “Montamos uma grande programação em cima da segurança alimentar, para auxiliar as pessoas que mais precisam”, disse. “O Estado que é um dos maiores produtores de alimentos do mundo não pode admitir que tenha pessoas que passem fome”, salientou.

O restaurante de 385 metros quadrados recebeu investimento de cerca de R$ 1,1 milhão, com contrapartida municipal, distribuídos entre a obra estrutural, equipamentos e mobiliários. A intervenção completa engloba área de higienização, armazenamento de utensílios, instalações sanitárias para funcionários e usuários, bilheteria, sala de administração, sala nutricional e espaço com mesas e banquetas para receber 88 pessoas simultaneamente, além de área externa com gramado e estacionamento de bicicletas.

O Secretário da Administração e da Previdência, Marcel Micheletto, apontou a importância da abertura do Restaurante Popular. "Garantir a alimentação da população é sempre uma prioridade, e em momentos como o que estamos vivendo, enfrentando uma pandemia, ações como a abertura desse espaço se tornam ainda mais necessárias e vitais", disse.

O espaço terá capacidade para servir 400 refeições por dia, ao custo de R$ 3 cada (o custo real da refeição é de R$ 5,40, com subsídio de R$ 2,40 por refeição do município). A unidade Cascavel Velho responde uma demanda antiga da comunidade, que é uma das mais vulneráveis do município, e recebeu o nome do ex-vereador, ex-deputado estadual e ex-radialista Thiago de Amorim Novaes.

 

Box
Paraná terá 20 restaurantes populares e uma cozinha social

Os dois restaurantes de Cascavel (Cascavel Velho e Santa Cruz) são parte de um pacote de vinte unidades populares e uma cozinha social em obras no Estado, chamado Programa Paranaense de Apoio aos Restaurantes Populares. O investimento total é R$ 14,7 milhões. Quando concluídos, os empreendimentos beneficiarão de forma direta pelo menos 27,4 mil pessoas diariamente.

Os recursos foram alocados para Curitiba, Cascavel, Paranavaí, Umuarama, Toledo e Maringá, cidades com mais de 80 mil habitantes. Em Curitiba, o aporte ajudou na modernização do restaurante do Capanema e nas unidades Matriz, Sítio Cercado, Cidade Industrial e Pinheirinho. Todos foram entregues.

As obras do Restaurante Popular de Paranavaí estão quase concluídas (98,39%). Foram investidos R$ 2,6 milhões, com previsão de criar um espaço apto a servir 500 refeições por dia. Em Umuarama, o Restaurante Popular fica no Parque Danielle, ao lado do Banco de Alimentos, e vai ajudar mil pessoas. As obras já ultrapassaram 50%.

A reforma da Cozinha Social de Toledo também está em andamento, enquanto a modernização e a distribuição de novos equipamentos e utensílios aos sete restaurantes populares do município já foram entregues. Atualmente, eles fornecem 2,5 mil refeições diárias nos restaurantes.

Maringá modernizará uma unidade e construirá outros três restaurantes populares. O Estado está investindo pouco mais de R$ 2,9 milhões. A licitação ocorreu no dia 25 de setembro.

 

Crédito: Agência Estadual de Notícias.

Últimas Notícias